Última Edição: 


Clique aqui e veja as edições anteriores


Seções:

Bem Estar
Carreira
Cidadania
Consultoria
Cultura
Cultura e Lazer
Decoração
Dicas
Diversão
Diversão infantil
Economia
Editorial
Educação
Empreendedorismo
Especial
Estilo
Família
Foco
Gastronomia
Imóveis
Lançamentos
Opinião
Pet
Previsões
Reflexão
Saúde e Beleza
Sustentabilidade
Tecnologia
Turismo
Veículos
Vinhos
Você Sabia Que...

Página Inicial

MEC divulga lista de cidades e instituições que receberão cursos de medicina

Serão ofertadas até 2.460 vagas em até 37 cidades. Veja a lista.

Do G1 São Paulo

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (27) a lista das cidades e respectivas instituições de ensino superior privadas selecionadas para a oferta de cursos de medicina referente ao programa Mais Médicos. A publicação foi feita no Diário Oficial da União.

Foram selecionadas as propostas de 37 cidades (veja abaixo). A expectativa do MEC é de que sejam ofertadas pelos menos 2.460 vagas para formação de médicos.

Agora as mantenedoras de instituições de ensino que tiveram propostas selecionadas serão convocadas para a entrega da garantia de execução e assinatura de termo de compromisso, processo a ser concluído até outubro próximo, segundo o MEC.

Também está previsto o monitoramento da implantação dos projetos apresentados. De acordo com cada proposta selecionada, esse processo pode ser realizado entre três e 18 meses.

Os municípios selecionados são:
Alagoinhas (BA)
Eunápolis (BA)
Guanambi (BA)
Itabuna (BA)
Jacobina (BA)
Juazeiro (BA)
Cachoeiro do Itapemirim (ES)
Contagem (MG)
Passos (MG)
Poços de Caldas (MG)
Sete Lagoas (MG)
Jaboatão dos Guararapes (PE)
Campo Mourão (PR)
Guarapuava (PR)
Pato Branco (PR)
Umuarama (PR)
Angra dos Reis (RJ)
Três Rios (RJ)
Vilhena (RO)
Erechim (RS)
Ijuí (RS)
Novo Hamburgo (RS)
São Leopoldo (RS)
Jaraguá do Sul (SC)
Araçatuba (SP)
Araras (SP)
Bauru (SP)
Cubatão (SP)
Guarujá (SP)
Guarulhos (SP)
Jaú (SP)
Mauá (SP)
Osasco (SP)
Piracicaba (SP)
Rio Claro (SP)
São Bernardo do Campo (SP)
São José dos Campos (SP)

Polêmica

Publicado em dezembro de 2014, o edital que previa a seleção das instituições para criação das novas vagas de medicina, foi suspenso em outubro de 2015 pelo Tribunal de Contas da União. Na ocasião, a ministra Ana Arraes destacou em seu despacho que no edital do MEC não havia "delimitação clara dos critérios de habilitação, principalmente quanto à capacidade econômico-financeira" das mantenedoras. Somente em julho deste ano, o TCU determinou a liberação do edital.

Curta! Compartilhe!